Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Sobre o uso de palavras mágicas para justificar a torrtura

Engraçado, eu sabia que o aparato midiático-penal havia criado a palavra "mensaleiro" para justificar sua fraude processual, só não saiba desse termo chamado "novilíngua',;....

O texto é do jornalista e escritor Paulo Moreira Leite, boa leitura!

Novilíngua, o uso através dos tempos de palavras mágicas para justificar a barbárie


NOVILÍNGUA - Incrível como a elite tupiniquim chega a este ponto de usar a prisão injusta de um tetraplégico para justificar o "privilégio" de Genoíno e, o pior, grande parte da população acha normal uma vez que, por algum motivo, uns por ignorância não percebem, outros percebem mas apoiam por má fé mesmo ou por questão de classe. Só sei que, em se comparando com o golpe militar de 64, o script é o mesmo: Da mesma forma que achava normal caçar, prender, censurar, torturar e matar jovens que lutavam contra a ditadura militar. Para isso a repressão se valia da palavra mágica "terrorista". Para o mesmo objetivo, a mesma elite usa a palavra "mensaleiro", bem como "privilégio", "privilegiado".